Sobre o Fado

"O Fado não se canta, acontece. O Fado sente-se, não se compreende, nem se explica" 
Amália Rodrigues

O Fado nasceu nos contextos populares da Lisboa oitocentista e era comum encontrá-lo em momentos de convívio, onde se manifestava de forma espontânea como se tivesse ele mesmo vontade própria.
Faz parte do ser português e senti-mo-lo presente de várias formas.

A particularidade deste estilo musical, que invoca sentimentos logo ao som dos primeiros acordes da guitarra e cujas palavras ficam aquém quando tentam exprimi-los, fez com que este se tornasse Património Cultural e Imaterial da Humanidade.
Uma herança que levamos connosco e que partilhamos com o mundo.

Silêncio, que se vai cantar o Fado.

Procurar por bairro

Continuar a navegar no nosso website implica a aceitação da nossa Política de Cookies - Saiba mais aqui